15 de outubro de 2009

Lei contra a homofobia

A boa convivência é baseada no respeito que temos pelo próximo. Podemos não concordar com certas atitudes, mas devemos respeitá-las, afinal, do outro lado também está um ser pensante.

 

Eu, Marco Damaceno, protestante, membro da igreja Metodista do Brasil, tenho minha linha de pensamento com relação à prática sexual entre pessoas do mesmo sexo. Esse meu pensamento é baseado nas minhas convicções que adquiri durante os 5 anos desde que me tornei um protestante.

 

homem_e_mulherLendo a passagem de Gênesis 1:26-27 não encontrei nenhuma citação além da criação de macho e fêmea. A ciência trabalha com os cromossomos xy (masculino) e xx (feminino).

 

Resumindo: Sou contra a prática do homossexualismo, mas NÃO ODEIO O HOMOSSEXUAL.

 

Isso não quer dizer que sou homofóbico. Homofobia, assim como claustrofobia,  xenofobia e outras, são doenças psicológicas e que devem ser tratadas por profissionais especializados.

 

Eu tenho o livre direito de não concordar com tal prática, mas não posso ofender quem pratica. É bem diferente! Eu posso não concordar com um padre, um pastor, governador, presidente, papa, Barack Obama ou seja lá quem for! Só não posso ofendê-los!

 

É aí que entra a grande jogada dos que querem que a lei contra a homofobia, PL 122, seja aprovada no senado, já que passou pela câmara. Querem simplesmente calar a voz daqueles que não concordam. Seria como aprovar uma lei que punisse quem reclamar da programação da Rede Globo. Tem coisas nessa emissora que não concordo, mas isso não quer dizer que a odeio.

 

A igualdade de qualquer ser humano é confirmada na Constituição Brasileira de 1988 e nos Direitos Humanos. O que essa PL 122 quer é tornar homossexuais um grupo superior aos demais. Isso sim é preconceito, e dos grandes.

 

Quando negros lutaram pelos seus direitos reivindicaram a igualdade para com os demais assim como as mulheres. Na última vez que tentaram impor um grupo superior o resultado foi uma guerra com milhões de mortos e um país dividido.

 

Me chamar de homofóbico é me chamar de doente (uma grande ignorância) e isso poderia ser considerado uma ofensa fazendo uma interpretação da lei brasileira. A sociedade aceita este rótulo pacientemente sem saber disso. Os homossexuais são intocáveis, que não podem ser criticados pelos seus atos? Pelo que sei o único intocável no Brasil é José Sarney!

 

Se fosse uma lei específica para punir quem ofender homossexuais, assim como existe para o racismo, teria meu total apoio, mas ela pretende muito mais que isso. Ela quer que o homossexualismo não seja discutido e, consequentemente, criticado. Essa PL deveria ser reescrita pensando na igualdade. Do jeito que está a coisa tende a desandar mesmo.

 

Eles podem criticar Deus e o mundo, mas quando a crítica é pra eles querem processar, querem prender, etc. Que história é essa?

 

Pais brancos podem não concordar com o casamento de sua filha com um negro. É um direito deles e isso na minha opinião não é racismo! Eles não podem ofender o negro.

 

Há uma diferença muito grande entre falar da pessoa e falar do que ela pratica. É muito diferente e tem gente querendo mesclar isso tudo.

 

O evangelho que aprendi me ensinou a amar (respeitar) o próximo sem fazer acepção, mas não me ensinou a concordar com tudo e fingir que está tudo bem.

 

Que não faça eu acepção de pessoas, nem use de palavras lisonjeiras com o homem!Jó 32:21

 

#prontofalei

7 Comentários:

vitrine2009 disse...

E aê meu velho... muito bom seu texto. O que vc diz é, de fato, considerável e expressa uma compreensão mais crítica acerca do que é, realmente, preconceito. Penso mais ou menos assim e até pensei em escrever algo semelhante. Quando escrever lhe aviso. Parabéns pelo blog.

http://vitrine2009.blogspot.com

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

Oi Marco Damaceno,

Obrigado pela sua visita lá no blog e pelo comentário.
Então, eu vou ter que falar que é fácil ir contra seus argumentos de não aprovar a PL122. Primeiro porque não é como vc diz que é a mesma coisa que calar quem fala mal da rede globo. E outra não deve-se levar questões religiosas para algo. Além do mais Deus criou o homem, a mulher, o hermafrodita (por que não, eles existem), e por razões psicológicas todas as demais variedades, pois tém até os assexuados (que são aqueles que não tém o órgão) como negar a existência desses seres humanos.
Aprovar a PL 122 é criar incentivo de diminuição de discriminação contra homossexuais, assim como já existe do crime de racismo... é apenas isso! Pense nesse quesito e não em seus parâmetros religiosos que aprendeu desde sua infância.

Desejo um ótimo natal e Ano Novo!

Marco Damaceno disse...

@Indicoesse - Por que não posso usar minha religião como forma de pensamento? É uma filosofia que não pode ser desrespeitada como fazem por aí. Não sou nenhum alienado se pensa assim. Consigo pensar dentro da religião e fora dela e me vejo prejucado das duas formas.

Eu vou partir do princípio que você não leu a lei.

Vamos abordar alguns pontos:

Art. 3o o caput do art. 1o da Lei no 7.716, de 5
de janeiro de 1999, passa a vigorar com a seguinte
redação:
“Art. 1o Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero, sexo, orientação sexual e identidade de gênero.”

Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.”


Você concorda que com a aprovação dessa lei um pai não possa orientar seu filho sobre a sua sexualidade? Se o filho não concordar com a orientação do pai ele pode ir na delegacia e dar queixa. Resultado: 2 a 5 anos de prisão!
Pais não poderão ir contra a sexualidade da pessoa quando essa estiver cuidando de seu filho. Muitos não querem ter uma babá homossexual. É uma questão de escolha e não um preconceito.


Art. 7o A Lei no 7.716, de 5 de janeiro de 1989,
passa a vigorar acrescida dos seguintes art. 8o-A e
8o-B:

“Art. 8o- A Impedir ou restringir a expressão e a manifestação de afetividade em locais públicos ou privados abertos ao público, em virtude das características previstas no art.

1o desta Lei:

Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.”

“Art. 8o–B Proibir a livre expressão e manifestação de afetividade do cidadão homossexual, bissexual ou transgênero, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos ou cidadãs:

Pena: reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.”


Com essa lei escolas públicas e privadas, pátios de igrejas (qualquer uma), empresas públicas e privadas (shopping, estacionamento, supermercado) não poderão impedir que homossexuais troquem carícias dentro de sua área! Tá explícito isso aí!
Não sei se você tem filho, mas eu não gostaria de ver o meu vendo a cena de dois homens se beijando.


Esse são só alguns pontos que separei para responder ao seu comentário. Exitem outros como a proibição da crítica filosófica que pune quem fnão concordar com o homossexualismo. Eu tenho o direito de concordar ou não. Não vai ser uma lei mal escrita e mal intencionada que me vai tirar esse direito.

A luta contra essa lei não somente de evangélicos, mas também de católicos, espíritas, ateus, etc.. É uma luta de que quer que seja preservado o livre direito de opinar e debater sem sofrer uma represália por causa disso.

Feliz natal e próspero ano novo!

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

heheh, eu li a lei sim, não vi nada de mal nessa lei, só de abertura da sociedade para o respeito. Porque para respeitar é preciso de lei para impor o limite, se é que me entende... precisou de ser aprovado certa lei para que quem xingasse Negro de macaco fosse punido e isso fez com que grande parte da população tomasse cuidado quando entrasse em conflito com algum negro para não xingá-lo de coisa rançosa, fora de verdade, mas que estava enraizada a muito tempo desde a escravidão!!

Vc praticamente deu uma abordagem religiosa imbutida mas não clara para a PL 122. É o que vc deve acostumar Malafaia e outros pastores falando, e esses afirmam que está na Bíblia. É fato de que na Bíblia podemos também apoiar matanças, escravidão, então de nada a fala desses caras vão ajudar para melhorar a situação da minoria excluída...

Atenciosamente, e já estamos num ano muito bom fala a verdade, tirando os milhares de mortos do Haiti...

Abraço

marcio bulle disse...

pelo visto vç esta totalmente desinformado sobre a lei anti-homofobia
nos apenas queremos direitos iguais aos heteros ,e nao direitos superiores como vç esta dizendo
e outra homossexualismo nao é DOENÇA
DOENÇA É O PRECONCEITO QUE EXISTE DENTRO DE VÇ

Marco Damaceno disse...

@Marcio Bulle-

Direitos iguais? Não parece. Sinto muito, mas não posso concordar com uma lei dessas.

Eu preconceituoso? Você nem me conhece.

Em qual parte do texto eu disse que homossexualismo é doença? Quem me trata como doente são os homossexuais me chamando de homofóbico. Não sabem nem o que essa palavra significa.

Só não quero ser obrigado a emprestar dinheiro para uma pessoa só porque essa é homossexual com o risco dele me denunciar se eu não o fizer. Ele pode alegar que fui preconceituoso.

Espero que tenha entendido que isso foi um exemplo.

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Ricardo - (Rikoo) disse...

ola todos...
li seus comentarios e queria deixar algumas palavras..
primeramente quero dizer que nao sou preconceituoso de forma alguma em relação a homossexuais. tenho amigos assim.
mas, penso que para que o mundo crescesse do tamanho populacional que esta, precisou da relação homem e mulher. E isso foi maravilhoso, embora temos muitos problemas socias, o mundo caminhou conforme a musica. Mas, penso que se dois homens(mulheres) do mesmo sexo casarem, como vao ter filhos? adotando? mas ai perde toda a linha familiar, de sangue. será que dessa forma vai melhorar o comportamento humano ou vai causar um disturbio na criança ao ponto de ela crescer sem noção do que é ser homem ou mulher?
penso que na linha psicologica, a criança precisa ter em sua casa o amor de mae e de pai. assim como os ensinamentos da mae e do pai. com isso ela desenvolve sua forma e raciocinio de que ela é um homem e tem que tomar as atitudes de um homem, ou , que ela é uma mulher e tem que tomar as atitudes de uma mulher.
sempre foi assim, pra que mudar isso? desculpe a minha fraqueza mas essa atitude, essa lei da homofobia é perca de tempo. muitas desigualdades no mundo, muita criminalidade para se preocupar e querem se preocupar com aqueles que tem um pensamento em relação aos homossexuais?
sinceramente, axo que essa é uma expressao de preconceito do homossexual contra nós seres humanos que tem consiencia da vida

Postar um comentário

Deixe a sua opinião. Comente!