26 de maio de 2009

Como seria sua vida na Idade Média – parte II

idademedia Essa é a continuação do Como seria sua vida na Idade Média – parte I. Nada de contos de fadas, duendes e dragões. A vida era difícil ao meu ver, mas pelo menos tinha-se muito mais contato com outras pessoas.

Ofícios

Você veria que havia pouquíssimas máquinas. Exceto tecidos produzidos em teares, quase tudo era feito a mão! Os artesãos aprendiam seus ofícios durante um longo aprendizado. Somente então podiam montar suas próprias oficinas.

Seus vizinhos

Em qualquer tipo de cidade, movimentada ou não, você veria muito seus vizinhos. Você compraria e venderia artigos a eles e partilharia poços, rios e pastagens. As casas tinham paredes finas, de forma que se podia ouvir o vizinho. E o comportamento de qualquer pessoa podia ser criticado nas reuniões dos tribunais locais.

Aldeias e cidades

Hoje na Europa, muitas pessoas moram em cidades. Mas na Idade Média quase todo mundo morava no campo. Apenas comerciantes, advogados, médicos e artesãos moravam nas cidades. As casas eram construídas de materiais locais: pedra e ardósia nas colinas rochosas e sapê nas terras baixas.

Religião

A maioria das pessoas na Europa medieval era cristã, mas havia uma minoria de judeus e muçulmanos. O rei Eduardo I expulsou os judeus da Inglaterra em 1299, mas as comunidades judaicas continuaram a se desenvolver em outras terras. Depois do ano 800, a península Ibérica foi ocupada pelos muçulmanos. Havia também outros grupos no nordeste da Europa.

Línguas

Durante a Idade Média, as línguas européias estavam se formando. Desenvolveram-se a partir de quatro “famílias”: latina (italiano, francês, português, espanhol, romeno), germânica (inglês, alemão, holandês, polonês), celta (escocês, galego, irlandês) e eslava (russo, húngaro, croata). Aos poucos, a língua de uma nação tornou-se ininteligível para os estrangeiros.

Seu nome

Os cristãos davam nomes de santos ou de personagem da Bíblia a seus bebês; judeus e mulçumanos muitas vezes escolhiam nomes provenientes do Antigo Testamento ou Alcorão. Muitos bebês recebiam nomes de seus avós ou de amigos ricos e poderosos. Os pais acreditavam que isso ajudava os filhos. Em muitas terras não se usavam sobrenomes e as pessoas ficavam conhecidas como “João do Porto” ou “Maria de Lisboa”.

Vida fácil, não é? Imagine se hoje não existissem carros motorizados, computador, televisão e tantas outras bugigangas que o ser humano inventa.

Hoje nossa vida está muito dependente das coisas. Antigamente, como se pode ver, não era assim.

Fonte: Como seria sua vida na Idade Média? Editora Scipione






Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

2 Comentários:

sonhos-escritos disse...

Hoje temos muito e não damos valor à nada...Antigamente as pessoas não tinham quase nada...e davam valor à tudo...Assim que é a vida...uma eterna mudança!

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

Faça isso . Vai estar fazendo um favor pra blogosfera!

As vezes penso que não mudamos muita coisa com relação a vilania da Idade Média.

Postar um comentário

Deixe a sua opinião. Comente!